FAQ

O que é a tricologia?

Tricologia é a disciplina médica que compreende o conhecimento e estudo dos fios dos cabelos e dos pêlos. Tem como objetivo o diagnóstico e cura das doenças dos cabelos e do couro cabeludo. O profissional especializado no diagnóstico e tratamento destas doenças é o médico e tricologista.

Quando procurar o médico e tricologista?

Afinamento dos fios, presença constante de fios de cabelo no box do chuveiro, na pia, na escova de pentear, na roupa, no banco do carro ou na mesa de trabalho são sinais de alerta.

Quanto mais precoce o diagnóstico, maior é a possibilidade de reversão.

Que significa alopecia?

Alopecia é o termo médico para Calvície. Tem origem na palavra “alopex” que em grego significa raposa. Este animal perde pêlos durante ciclos de sua vida, portanto, alopecia significa perda anormal dos fios de cabelo.

Quais são as causas mais frequentes de queda de cabelo?

As causas da queda anormal dos cabelos são variadas; entre elas destacam-se: Androgenética (mais frequente no homem), alterações hormonais (mais frequente na mulher), caspa, sborréia, e infecções no couro cabeludo, alterações da tireóide, ovários policísticos,estresse, doenças autoimunes, doenças infecciosas e parasitárias, cirurgías extensas, medicamentos, deficiências nutricionais e vitamínicas, alterações psiquiátricas, depressão, quimioterapia ou radioterapia, drogas ilícitas e álcool.

Existe cura para a calvície?

Devido à diversidade das causas de alopecia, cada paciente deve ser examinado por um médico e tricologista para avaliar a situação específica do paciente. A tricologia dispõe de recursos para diminuir e até reverter o cuadro de calvície na maioría dos casos. Lembre-se que quanto antes for feito o diagnóstico correto, maiores serão as probabilidades de reversão.

Alimentação e queda de cabelo podem estar relacionadas?

Em alguna casos sim. Predominantemente os cabelos são formados por uma proteína chamada queratina. Desta forma, uma dieta balanceada precisa da ingestão de proteínas. Alguns alimentos que contém este elemento, são as carnes, os peixes, a soja e os lacticínios.

Filhos de pais carecas serão necessariamente carecas?

Não obrigatoriamente. Os genes da calvície saltam gerações, sendo assim filho de pai e/ou mãe calvos não serão necessariamente carecas.

Há queda de cabelo durante a gravidez?

Não. Durante a gravidez os cabelos podem até aumentar. Com o nascimento do bebê há uma queda até o quarto mês pós-parto. Após este período há recuperação dos fios. Se isto não ocorrer, fale com um especialista.

Há diversos tipos de calvície?

Sim, existem diversos tipos de calvície. Para indicar o melhor tratamento para cada caso o paciente deverá ser avaliado por um médico e tricologista. A tricologia dispõe de avanços tecnológicos que permitem um diagnóstico preciso da causa da calvície promovendo a sua recuperação.

Existe a calvicie em crianças?

Sim, no Brasil a causa mais frequente de calvície em crianças é a desnutrição. As doenças autoimunes, como por exemplo a alopecia areata podem ser causas de calvície em crianças.

Queda de cabelo pode significar risco de morte?

Sim. A queda dos cabelos muitas vezes relaciona-se a doenças agudas e de evolução agressiva que podem afetar a saúde do paciente de forma significativa. Podemos citar alguns exemplos: alterações psiquiátricas, como a anorexia nervosa, depressão e uso de drogas ilícitas; doenças da glândula tireóide; leucemias e linfomas; dengue e outras. O correto diagnóstico do médico e tricologista é fundamental.

O que significa dermatite seborréica?

É uma inflamação do couro cabeludo pelo excesso de oleosidade. Causa descamação, vermelhidão e coceira. Os grânulos advindos da descamação seborréica, contendo sebo e células mortas resultam na caspa.

O que é tricoptilomania?

Tricoptilomania é uma alteração psiquiátrica na qual o paciente arranca compulsivamente os próprios cabelos. É comum ainda o paciente ingerir os fios arrancados. Pode ocorrer uma complicação grave pelo excesso de ingestão dos cabelos, chamada tricobezoar. A conduta é cirúrgica, pois ocorre obstrução intestinal.

A interrupção da pílula anticoncepcional faz cair cabelo?

Sim, A queda é temporária. Se persistir, procure o médico e tricologista.

Minoxidil faz mal para o coração?

Não. Seu uso excesivo pode provocar taquicardía (aumento dos batimentos do coração) se isto ocorrer, suspenda seu uso e relate ao seu médico.

Pintar os cabelos causa queda?

Não, desde que o procedimento seja realizado correctamente, com produtos aprovados pela ANVISA e com intervalos de cama de 30 días.

Cortar os cabelos reduz a queda?

Não. É um mito. não há relação entre ambos.

O cabelo branco é mais fraco?

Não. Só não dispõe do pigmento da cor: a melanina.

Caspa tem cura?

Não, mas com o correcto diagnóstico e tratamento pode ser controlada.

Anabolizante produz calvície?

Sim, e pode levar à morte.

Prender o cabelo faz mal?

Sim. A tração pode levar à calvície irreversível.

Redução de estómago faz ciar cabelo?

Sim. Principalmente se não houver reposição de vitaminas e ferro de forma adequada.

A calvície por quimioterapia é reversível?

Sim, na maioría dos casos.

A calvície causada por radioterapia é reversível?

Não. Causa lessão cicatricial.

A calvície cicatricial é reversível?

Não. Quando qualquer tipo de lesão cicatricial se instala no corro cabeludo é irreversível.

O gene da calvície é transmitido siempre pela mãe?

Não. A hereditabilidade da calvície não é ligada ao sexo.

Tratamentos para calvície

Entre os avanços nos tratamentos existentes para reverter a calvície, destacam-se os tratamentos não-invasivos. Existem também vários medicamentos úteis no tratamento da calvície, alguns deles fitoterápicos. Os tratamentos e medicamentos devem ser sempre prescritos por um médico e tricologista. Evite a automedicação.

Em alguns casos há indicação de implantes (transplantes) capilares. Os implantes devem ser muito bem indicados pois tratam-se de uma cirurgia e seus resultados são permanentes e irreversíveis. Algumas questões a serem tomadas em consideração são: sexo do paciente, relação entre a área doadora e área receptora, idade do paciente, antecedentes genéticos, etc.

Sinais de alerta

Afinamento dos fios, presença constante de fios de cabelo no box do chuveiro, na pia, na escova de pentear, na roupa, no banco do carro ou na mesa de trabalho são sinais de alerta.

Quanto mais precoce o diagnóstico, maior é a possibilidade de reversão.